terça-feira, 27 de setembro de 2011

o ar de recife


o ar de recife


pernam
busco-me
em teu capibaribe
arremessando beberibe
pelos teus arrecifes

este sítio grande
dos pintos dos prazeres
da mangueira carioca
dos teus quereres
onde brasília teimosa
tem macaxeira
caldinho cor-de-rosa
berimbau dos afogados
caldeirada à portuguesa
galo da madrugada
à holandesa de nassau

abro a janela dos aflitos
dos teus cortiços da ilha do retiro
poço da panela da gata lady
boa viagem pina tua bunda
olha o sururu escondidinho
no arruda arrumadinho
água feijão bredo de coco
carne de sol pé-de-moleque
é pouco o teu pôr-de-sol
em teu rio de janeiro
a dezembro
eu me lembro

rua da hora me enfeite
com teu tom pastel
ilha do (de)leite
das cabras sarapatel
imbiribeira tejipió
minha linda brejeira 
de um sábado
do zé pereira

jordão da ilha
de deus dará
um espinheiro
por caxangá
abolinação um cheiro
em teu coração
maracatu olinda 
eletricidade
o rock manguebit
belle époque
frevo carnaval
onde tu_do
se assiste
outra vez
no coqueiral
de cabral

Um comentário:

  1. muda eu. muda eu. tu me caminhas.
    lindo, me arejo aqui. meu coração maracanã maracatu, tu me rubra de todas as cores. bj!

    ResponderExcluir